Diminuir a diferença entre os gêneros, apoiando mulheres empreendedoras no desenvolvimento e aceleração de novas ideias e negócios. Esta é a proposta da Be.Labs Aceleradora. De maneira inovadora e acessível,  aceleradora chega ao mercado para contribuir com o empoderamento feminino por meio do empreendedorismo.

Criada pelos empresários Marcela e Christian Fujiy e Maria Clara Magalhães, a Be.Labs tem como foco o atendimento de empresas que tenham pelo menos uma mulher em cargo de direção,  lideradas por mulheres com um propósito e que queiram iniciar uma jornada no empreendedorismo. A aceleradora também atende empresas estagnadas que querem turbinar os negócios e tradicionais ou digitais que precisam se estruturar para melhorar a performance.

De acordo com Marcela, a ideia surgiu para auxiliar as mulheres e tornar o mundo um lugar mais  equilibrado. “No Brasil, o racismo e o sexismo que estruturam os padrões de desigualdade social vulnerabilizam as condições de vida das mulheres. Nós, da Be.Labs, queremos contribuir com o avanço das brasileiras, trabalhando o empoderamento feminino pela veia empreendedora”, destaca.

Muito além de uma aceleradora comum, a Be.Labs oferece diversas vantagens para as clientes. Entre elas,  estão pacote de pré-aceleração online, com estratégias de inovação mundial e rede de networking. A empresa também conta com um fundo social (pro bono), onde realiza atividades que beneficiam a população. Isso acontece por meio do auxílio às empresas que geram um impacto social positivo. É a aposta em negócios de futuro. “Tem muito negócio inovador e com um grande impacto positivo no mundo que precisa de uma aceleração. Por que não gerar impacto positivo em cascata com fundos sociais que beneficiam aqueles que precisam?”, explica Maria Clara.