Pela primeira vez, o já consagrado “Oscar da Música Nordestina” foi lançando fora da cidade do Maior São João do Mundo, local onde surgiu o evento. A 9ª edição do Troféu Gonzagão realizou sua festa de lançamento na Casa Roccia, na noite dessa quinta-feira (26), em João Pessoa, concretizando a intenção dos idealizadores Rilávia Cardoso e Ajalmar Maia de que o prêmio não é um evento só de Campina Grande, mas sim de toda a Paraíba e para todo o Brasil.

A festa reuniu grandes nomes do forró, como Pinto do Acordeom, Antônio Barros e Cecéu, Os Gonzagas e o eleito melhor sanfoneiro do mundo, o acordeonista Mahatma Costa, além de autoridades e da imprensa paraibana, que fizeram questão de prestigiar o inédito lançamento do Prêmio na capital paraibana. Para que o evento permanecesse com o estilo dos lançamentos anteriores feitos em Campina Grande a ornamentação contou com exposição dos convites das oito edições passadas, que são miniaturas do instrumento que se tornou símbolo do forró nas mãos do eterno “Rei do Baião”, Luiz Gonzaga.

Em seu discurso, bastante emocionada, Rilávia Cardoso agradeceu a presença de todos, e destacou a alegria em realizar o lançamento de prêmio em João Pessoa para justamente descentralizar o evento que a cada ano vem ganhando notoriedade em todo o País. “Nossa intenção é apresentar à imprensa da Capital, parceiros, autoridades, músicos e convidados é mostrar que mesmo tento nascido em Campina Grande, o Troféu é um evento de todo o estado. É também uma forma de reconhecer que chegamos à nona edição com o apoio de todas essas pessoas que estão aqui hoje que compreenderam nossa ideia de levar nossa cultura e junto com ela a Paraíba para premiar os músicos nordestinos”, celebrou.

 Autoridades presentes também prestigiaram o evento e apoiaram a iniciativa. “Vim aqui abraçar Rilávia, que luta tanto para que esse prêmio aconteça. E toda a Paraíba já espera todo ano esse evento que já é um sucesso”, enfatizou a vice-governadora da Paraíba, Lígia Feliciano. “Recebo esse lançamento com imensa alegria. É um evento que tem uma raiz muito forte no Nordeste como um todo. O troféu Gonzagão é uma oportunidade de valorizar quem faz música no Nordeste brasileiro e estamos felizes em sermos os anfitriãos deste ano”, exaltou o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo.

“A vinda do lançamento para a Capital representa uma visão empreendedora gigante que Rilávia e Ajalmar têm de perceber que esse evento não é só de Campina Grande, mas do Brasil. Muito importante fomentar e perceber a visibilidade do prêmio, atraindo cada vez mais gente, chamando a atenção da imprensa, dos músicos e da sociedade que já está no calendário do estado e já chama atenção da mídia nacional”, destacou a presidente da Empresa Paraibana de Turismo (PBTUR), Ruth Avelino.

O homenageado do 9º prêmio Troféu Gonzagão é o cantor e compositor paraibano de Taperoá, Abdias dos 8 baixos, por sua grande contribuição ao Forró nordestino. “Depois de Gonzaga, falando musicalmente, Abdias foi uma das pessoas que teve uma visão muito grande em relação as músicas nordestinas, e eu agradeço a Deus, primeiramente, e agradeço a ele Abdias pelas escolhas de quase todos os repertórios dos discos que a dupla Antônio Barros e Cecéu já gravou. O clássico ‘tem tanta fogueira, tem tanto balão…’ foi uma escolha de Abdias para nós e que até hoje está na boca do povo”, exaltou Antônio Barros, que faz dupla com a cantora Cecéu.